Funcionamento

Das 9:00h às 18:00h

Atendimento em

toda a região.

(31) 9887-73350
(31) 9877-79776
(31) 3551-1517

Lista de comparação

Vai viajar? Confira como evitar acidentes e furtos em casa

Vai viajar? Confira como evitar acidentes e furtos em casa

Objetos de valor devem ser deixados com pessoas de confiança.
Dicas evitam que ladrões saibam que não tem ninguém na casa.

As férias de julho estão chegando e muitas famílias já começam a planejar viagens e passeios. Mas, para evitar imprevistos e acidentes, é importante tomar alguns cuidados quando a casa vai ficar sozinha. Emerson Marques, que atua na área comercial de uma empresa que presta serviços de segurança privada, relata que antigamente a empresa recebia mais solicitações de orçamento para imóveis comerciais, mas que hoje os residenciais lideram os trabalhos.

Emerson explica que a tecnologia aumenta a procura dos ladrões. “Televisores, vídeo games, celulares, tablets e notebooks são os principais alvos de roubo. Muitas vezes, a ação é motivada para sustentar o vício de usuários de drogas, que roubam e revendem os produtos”, comenta. Para evitar esse tipo de ocorrência, ele recomenda que quem for viajar leve consigo itens de valor ou deixe na casa de amigos e parentes.

Dicas para evitar invasões
Mas, para evitar que ladrões entrem na casa, é possível tomar alguns cuidados, conforme comenta Emerson. “É importante avisar algum vizinho de confiança quando você vai viajar, quando vai voltar e dizer que, se tiver alguma movimentação na casa, ele deve ligar para você ou para a polícia. Alguns ladrões agem com tanta naturalidade que os vizinhos acham que são os donos da casa”.

“Também é uma boa dica deixar cadeados ou correntes virados para o lado de dentro da casa e, no caso de apartamentos, reforçar a fechadura e deixar síndicos ou porteiros cientes do número de RG e CPF de pessoas que podem eventualmente ir até lá”, explica. Pedir para alguém de confiança pegar as correspondências e panfletos também é importante, pois, segundo Emerson, muitas coisas acumuladas podem denunciar que não tem ninguém em casa.

Para evitar dar a impressão de que não tem gente no local também é recomendado desligar campainhas e interfones. Emerson explica que se pode deixar alguma luz acessa. Mas, para economizar energia elétrica, também há opção. “Existe um dispositivo que tem um sensor, que apaga as luzes externas da casa quando está claro e acende quando está escuro. É o mesmo sistema dos postes de iluminação das ruas”, comenta Emerson, que recomenda ainda que os disjuntores de quartos e banheiros e registro geral de água sejam desligados.

Segundo o especialista, instalar alarmes na casa ajuda, mas o mais eficaz é contar com um sistema de monitoramento. “Hoje o acesso à segurança eletrônica é mais simples do que as pessoas pensam. Dá para alugar equipamentos, pagar mensalidade e ter todo o serviço de segurança embutido, por uma média de R$ 100 mensais. Isso é o que se gasta numa noite no cinema ou saindo para comer uma pizza. É um investimento que vale a pena”, conclui Emerson.

 

Fonte: G1

img

superadmin

Artigos relacionados

Valorize seu imóvel antes de colocá-lo para alugar

Investir em imóveis para depois colocá-los para alugar é um negócio antigo que pode ser uma...

Continue lendo
por superadmin

Aumenta o valor máximo para compra de imóvel com FGTS

Valor sobe para R$ 950 mil em SP, RJ, MG e DF. Nos outros estados, o valor vai para R$ 800 mil Na...

Continue lendo
por superadmin

Horta pode ser montada em pequenos espaços da casa

Vasos, jardineiras e garrafas servem de base para mudas e sementes. Produção de temperos e...

Continue lendo
por superadmin

Junte-se à discussão

WordPress Security